Detalhes como um nariz maior que o usual ou uma orelha de abano podem  interferir na qualidade de vida de alguém. Por isso é sempre bom enfatizar a questão de que pequenas mudanças fazem, sim, grandes diferenças.  O cirurgião plástico tem o trabalho de mostrar ao seu paciente que o “normal” e o “mais bonito” são apenas mudanças sutis em seu corpo. O que vai mudar, mesmo, é a forma como ele irá se enxergar diante do espelho. Ali, a sua valorização será cada vez maior e, como consequência, o seu bem-estar e qualidade de vida também. Porém,  às vezes, o argumento da baixa autoestima pode estar mascarando um desejo inconsciente de adequar-se a uma imagem padrão, imposta pela sociedade. E essa é uma questão bem delicada. Entra aí a importância do cirurgião plástico as motivações e expectativas de cada paciente. Assim será possível saber se a cirurgia plástica é, de fato, recomendada. E como saber se é o momento certo de buscar a cirurgia plástica? Normalmente é quando o problema na aparência incomoda de tal forma que o paciente altera seu comportamento e seus hábitos para evitar a exposição. No fim das contas, é importante que a pessoa entenda que a transformação física que deve ser feita de forma consciente.

Hsites, Especializados em Web para a área Médica
Agende sua consulta

Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?